Televendas
24 2291-9190 | 24 2291-9171

Viver bem com alimentos orgânicos

Por Nara Corona

poejo-organico-do-sitio-do-moinho.jpg

Ele está na maioria dos xaropes naturais para alívio dos sintomas das gripes, e sempre em destaque. Muitas vezes ao lado do mel, do agrião, do guaco, o poejo marca presença firme e forte. Sua atividade antigripal é bastante conhecida, mas ele também pode ser usado como antisséptico natural com eficiência. A melhor forma de extrair seus compostos é em forma de infusão (chá) ou de maceração com um pouco de água.

Da família das plantas mentoladas, como a hortelã, a Mentha pulegium L. (Poejo) herdou o aroma e sabor refrescante de seus familiares, e os constituintes responsáveis por essa característica são compostos voláteis como os óleos essenciais presentes na sua estrutura. Algumas das principais substâncias nesses óleos são o Timol, o Borneol, e a Pulegona, essas duas últimas conhecidas como tóxicas, o que restringe o seu consumo, principalmente em mulheres grávidas, o que requer muita atenção.

A confirmação da sua ação inseticida, repelente e macrobiótica, dada pela presença da pulegona, e do timol garante a atividade bactericida da planta.

Com tudo isso, deu para perceber que ela é poderosa e deve ser usada em processos gripais como um ótimo auxílio aos tratamentos convencionais.

Na antiguidade, os gregos acreditavam na capacidade do poejo purificar as águas  poluídas. Hoje, a espécia Mentha pulegium faz parte da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse do SUS (RENISUS), mostrando que sua importância não passa somente de uma crença.

 

Bibliografia:

Constituintes voláteis de Mentha pulegium L. e Plectranthus amboinicus (Lour.)
OLIVEIRA, R.A., SÁ, I.C.G., DUARTE, L.P., OLIVEIRA, F.F
Rev. bras. plantas med. vol.13 no.2 Botucatu. 2011

Plantas medicinais no Brasil: nativas e exóticas.
LORENZI, H. ET. AL.
Nova Odessa: Instituto Plantarum, 544p. 2002

Farmacognosia:da planta ao medicamento.
SIMÕES, C.M.O. ET AL.
Porto Alegre/Florianopólis: Editora UFRGS/Editora UFSC, 2.ed. 821p. 2000

Recomendamos para você:

Quer saber mais sobre o Sítio?

Receba nossas novidades

Nome:

E-mail: